Notcias - Novidades e agenda da Sociedade...

12, Dezembro, 2018 Publicado por SPA

Corpos Directivos da SPA Biénio 2019-2020

Os Corpos Directivos da SPA Biénio 2019-2020 foram eleitos em Assembleia Geral realizada na Covilhã no dia 1 de Dezembro de 2018:

Conselho Directivo:
Presidente – Pedro Vendeira (Porto)
Vice-presidente – Nuno Tomada (Porto)
Secretário-geral – Bruno Jorge Pereira (Covilhã) 
Tesoureiro – Manuel Vila Mendes (Braga)
Vogais – Lisa Vicente (Lisboa), Pedro Eufrásio (Leiria), Artur Palmas (Lisboa)

Conselho Fiscal:
Presidente – Luís Ferraz (Vila Nova de Gaia) 
Vogais – Sandra Vilarinho (Porto), Carla Veiga Rodrigues (Chaves)

Assembleia Geral: 
Presidente – Pepe Cardoso (Lisboa)
Vice-presidente – Carla Costa (Porto)
Secretário – Bruno Graça (Lisboa)

Extra Lista:
Secretariado da SPA – Sandra Mena Graça

 

Os desideratos da Direcção da SPA 2019-2020:

1 – FORMAÇÃO CIENTÍFICA, PROFISSIONAL E EDUCATIVA:

Promover o desenvolvimento de áreas gerais e específicas dentro dos campos da ciência e educação com especial foco na investigação e educação pós-graduada através da manutenção da Bolsa de Investigação (Prémio Prof. Doutor Alexandre Moreira) e Bolsa de Estudo para frequência na ESSM School of Medicine (Prémio Dr. António Requixa), bem como manter o apoio financeiro para apoiar estágios a efectuar no estrangeiro e apresentação de estudos científicos em congressos internacionais.

Promover um projecto de Educação e Saúde Sexual (incluindo a higiene genital e prevenção de IST’s), dirigido em primeira instância a jovens universitários e mais tarde ao ensino secundário. A SPA disponibilizará uma “task force” para construir uma adequada base de acção educativa, e desta forma fazer face às solicitações nesta área.

Promover a realização de Reuniões / Jornadas de Actualização de curta duração (preferencialmente monotemáticas), bem como a organização de Workshops Regionais que explorem temas com particular impacto em Saúde Pública, incluindo cursos de Saúde Masculina e Infertilidade. Neste âmbito está prevista para 2019 a organização das III Jornadas Internacionais de Andrologia Reprodutiva, uma organização do Serviço de Urologia do CHVN Gaia/Espinho em colaboração com a SPA (Setembro 2019), bem como os 7º Encontros de Andrologia, uma iniciativa bienal da SPA com habitual ênfase em tema único multidisciplinar (Novembro 2019).

Organizar juntamente com a Associação Portuguesa de Neurourologia e Uroginecologia (APNUG) o 4º Congresso Português de Uropatia e Sexopatia Neurogénicas a ter lugar em Novembro de 2020.
Organizar a Reunião Conjunta Satélite ASESA/SPA a ter lugar anualmente no 1º dia do Congresso da European Society for Sexual Medicine (Ljubljana – Fevereiro 2019, Roterdão – Fevereiro 2020). 
Organizar pela primeira vez uma Reunião Conjunta Satélite SPA/SIA (Sociedade Italiana de Andrologia) nestes mesmos moldes e neste mesmo Congresso em Fevereiro de 2019.

Organizar a Reunião Ibérica que decorre todos os anos alternando entre o Congresso da SPA e o Congresso da Associação Espanhola de Andrologia, Medicina Sexual e Reprodutiva (ASESA).

Organizar o XVII Congresso Nacional de Andrologia, Medicina Sexual e Reprodução em 2020. Manter os prémios para as melhores apresentações de forma a fomentar e enaltecer a investigação e trabalho de qualidade nesta área.

Promover o Update do EPISEX-PT: EPIDEMIOLOGIA DAS DISFUNÇÕES SEXUAIS EM PORTUGAL CONTINENTAL. A Sociedade Portuguesa de Andrologia, Medicina Sexual e Reprodução levou a cabo em 2005 um ambicioso estudo epidemiológico sobre as disfunções sexuais em Portugal. O estudo pretendeu abranger todas as disfunções sexuais masculinas e femininas, avaliando não só a sua prevalência, como caracterizando-as sob o ponto de vista demográfico, sociológico e clínico. A dimensão da amostra e a quantidade de variáveis investigadas tornam o Episex-pt num dos mais importantes estudos epidemiológicos realizados internacionalmente sobre disfunções sexuais. Pretendemos reunir o apoio necessário para até 2020 ser possível a actualização dos dados relativos à evolução desta problemática nos últimos 15 anos.

2 – AGREGAÇÃO NACIONAL:

Promover as relações institucionais e científicas com todas as Sociedades Nacionais que directa ou indirectamente se encontram envolvidas nesta área, através da partilha de informação e/ou na organização conjunta de eventos formativos nas Reuniões Magnas de cada Sociedade.

Queremos manter a organização de Mesas-Redondas conjuntas com outras sociedades afins à Andrologia, Medicina Sexual e Reprodução. Esta acção já foi possível com a Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica (SPSC), o Grupo de Estudos da Sexualidade da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (GESEX), a Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade (SPEO) e ainda a European Society for Sexual Medicine (ESSM), com a discussão dos mais variados temas em comum. Como não caminhamos sozinhos, estamos já a trabalhar com outros parceiros para o futuro, onde iremos incluir actividades várias com a Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo (SPEDM), Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução (SPMR), e Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental (SPPSM), entre outras. Estas parcerias podem e dever ser alargadas para constituição de documentos de trabalho, sempre que a importância do tema assim o justifique.

3 – AGREGAÇÃO INTERNACIONAL:

As parcerias internacionais são hoje uma necessidade como fonte de conhecimento, inovação e actualização, e ainda como uma possibilidade de troca de conhecimentos e sensibilização global. A SPA encontra-se afiliada à European Society for Sexual Medicine (ESSM), International Society for Sexual Medicine (ISSM), International Society of Andrology (ISA), Asociación Iberoamericana de Sociedades de Andrología (ANDRO) e Sociedad Latinoamericana de Medicina Sexual (SLAMS). Pretendemos ampliar esta nossa parceria a muito curto prazo através da afiliação à European Section of Andrological Urology (ESAU), uma das secções específicas em conteúdo e sob o alto patrocínio da Associação Europeia de Urologia (EAU).

Dada esta necessidade fundamental na inovação de uma Sociedade Científica, pretendemos continuar a fomentar a promoção destas relações através de reuniões de representação conjunta e procurar o incremento dos fellows portugueses na certificação em Medicina Sexual promovida pela UEMS, assim como marcar presença na escola anual de Medicina Sexual promovida pela ESSM e pela European Federation of Sexology (EFS).

4 – APOIO À COMUNIDADE:

Com o apoio dos nossos parceiros institucionais, pretende-se um maior contacto e aproximação com o público em geral, através da promoção de campanhas de sensibilização onde o patrocínio científico da SPA se impõe como veículo de integridade. Da mesma forma pretende-se fomentar a divulgação dos Workshops Regionais de forma a uma eventual participação de público-alvo. 
Continuação da promoção de brochuras para o público com informação adequada sobre as principais patologias da área.

5 – COMUNICAÇÃO/ PUBLICAÇÕES:

Utilizar as redes sociais (Facebook) para promoção de actividades da SPA e realçar publicações científicas importantes.

Edição do Andrologia Hoje, revista oficial da SPA, com periodicidade semestral, e extraordinário sempre que se justifique, nomeadamente na cobertura do Congresso Bienal da SPA.

Promoção da Revista Internacional de Andrología (RIA) como órgão oficial da Sociedade Portuguesa de Andrologia, Medicina Sexual e Reprodução para abertura a uma maior participação em língua portuguesa. Indexada em: IBECS, Science Citation Index Expanded, Journal of Citation Reports, EMBASE, Scopus, Science Direct. IF: 0,238. Esta revista viu no passado mês de Julho o reconhecimento e inclusão na MEDLINE após vários anos de esforço e dedicação pelas diferentes equipas editoriais e onde Portugal tem estado permanentemente representado. Recordar que a RIA aceita trabalhos em Português, Espanhol e Inglês, em formato original, revisão e casos clínicos. A SPA vai procurar fomentar esta nova vaga de dinamização da RIA, como uma excelente oportunidade para publicação, o que permitirá melhorar progressivamente o seu factor de impacto.

Promoção e dinamização do Website da SPA como veículo privilegiado de informação e contacto institucional, com consulta de guidelines, conteúdos do boletim informativo e outras publicações, calendário de bolsas e eventos, e conteúdos científico-educativos em geral. Protecção por password para assuntos específicos e após devida autorização, nomeadamente Apresentações em Congressos com direitos de autor.

Proposta de actualização gráfica e de conteúdos do Website da SPA a partir do 2º trimestre de 2019.

6 – DIFERENCIAÇÃO:

Entre muitas outras actividades, o último biénio serviu para o amadurecimento de novas ideias para o futuro da prática da Andrologia em Portugal. Esta diferenciação em Andrologia já merece o seu lugar na fase de reconhecimento e certificação pela Ordem dos Médicos. Por todos os objectivos formativos já alcançados ao longo de quase quatro décadas pela SPA, pelo impacto da sua área de abrangência, pela sua importância social, pela frequência das patologias em causa, pela sua complexidade, pela sua falta de reconhecimento e regulação, é natural pensar que está na hora de procurar agregação, actos e medidas. A hora do diálogo com a Ordem dos Médicos e Colégios de Especialidade afins deve começar sem demora e sem receio.